Tecnologia

Para que seja possível crescer e manter a competitividade em um ambiente tão disputado quanto o do comércio eletrônico, é fundamental que os gestores estejam por dentro do contexto tecnológico que envolve o setor. Nesse sentido, um dos principais pontos que merecem ser destacados é a importância de conhecer os tipos de API para e-commerce.

Por funcionarem como conectores que trazem agilidade e maior eficiência às integrações, as APIs permitem analisar os indicadores de negócio de forma mais simples, fazendo com que as informações sejam expostas de modo a beneficiar tanto quem as disponibiliza quanto quem as consome.

Em vista disso, preparamos este artigo para mostrar como essas ferramentas atuam e quais impactos elas provocam no que diz respeito ao desempenho de uma loja virtual. Não perca nossas dicas. Confira!

Integrações com sistemas

Primeiramente, não se esqueça de que, para gerir um e-commerce, é necessário integrar a plataforma a uma série de sistemas, os quais serão responsáveis por lhe auxiliar nos seguintes aspectos:

  • gestão financeira;
  • controle de estoque;
  • contabilidade;
  • gestão de frete;
  • segurança;
  • redes sociais.

De um modo geral, essas integrações se resumem a sistemas:

  • internos (ERP);
  • para a análise de fraude;
  • de pagamento;
  • para a logística;
  • de marketing e comunicação.

E o que isso tem a ver com as APIs? Bem, entenda que essas tecnologias visam basicamente otimizar as “ocorrências” de todas as operações que remetem ao varejo online, facilitando as tomadas de decisões e melhorando a experiência de compra dos consumidores, por exemplo.

Em outras palavras, as APIs são recursos que tornam as integrações ainda mais eficazes, contribuindo para a inovação e avanço dos resultados.

APIs para e-commerce

Visto o conceito, agora vamos apresentar de que forma as APIs podem ser utilizadas:

1. API de automação de marketing

Para começar, falaremos de uma das mais importantes atividades para o sucesso do negócio: a automação de marketing. Aqui, não será preciso se preocupar com a segmentação dos leads, já que a própria API se responsabiliza pela tarefa. Sem contar com a colaboração para as taxas de conversão — por segmentar as oportunidades de acordo com as informações obtidas durante a navegação, transformá-las em clientes é algo mais fácil.

2. API de logística

Com o propósito de melhorar o controle e o acompanhamento das entregas, as APIs de logística já se transformaram em uma obrigação para boa parte dos lojistas. Apenas para esclarecer o porquê disso, saiba que essa solução realiza o rastreamento dos pedidos, da compra à chegada da mercadoria.

Não o bastante, a tecnologia também pode ser programada para informar os clientes sobre o status do pedido. Há diversos recursos disponíveis e que certamente trarão benefícios para ambas as partes: vendedores e compradores.

3. API de comparação de preços

Imagine ter à disposição os preços praticados pela concorrência, tudo em tempo real e de forma automática. Isso seria algo bastante interessante, não concorda? Pois bem, as APIs de comparação de preços foram criadas justamente com essa proposta.

Em relação ao funcionamento, não há segredo: a ferramenta disponibilizará relatórios comparando os seus preços aos dos concorrentes. Simples assim. No que se refere à frequência, é você que definirá isso nas configurações da API.

4. API de informação de produtos

Outra API que traz vantagens para o negócio é a de informação de produtos. Com ela, sua loja pode ser conectada a uma base de dados que dispõe informações sobre os itens que você vende, de maneira detalhada.

Essa opção eliminaria a necessidade de descrever os produtos de forma manual. Além disso, é possível também ter as imagens do fabricante, títulos e especificações mais precisas.

No entanto, vale salientar que nem todas as plataformas de e-commerce permitem essa possibilidade, por isso, é importante contar com uma que ofereça variadas formas de integração.

5. API antifraude

A fim de evitar os movimentos desonestos que existem por aí afora, as APIs antifraude se tornaram indispensáveis para todo e qualquer tipo de loja virtual. Tenha em mente que essa solução estará sempre atualizada com as últimas tendências no quesito ilegalidade.

Para facilitar o seu entendimento, saiba que esse tipo de API reconhece as práticas fraudulentas que envolvem os cartões de crédito, evitando, desse modo, que você seja afetado com as fraudes.

É claro que pode não ser possível evitar todas elas, mas não tenha a menor dúvida de que as chances serão muito menores.

6. API de aprovação social

Para aumentar a confiança dos consumidores em relação aos seus produtos, uma ótima ideia é utilizar uma API de aprovação social. E o que isso quer dizer? Bem, nesse caso estamos nos referindo a uma ferramenta que compartilha, por exemplo, curtidas no Facebook e comentários do Twitter.

Entenda que compartilhar no e-commerce o que ocorre em suas redes sociais é uma maneira de fortalecer a marca: comentários e avaliações positivos aumentam a credibilidade das lojas virtuais.

De qualquer modo, esses são alguns dos exemplos de API para e-commerce, já que existem diversas outras opções, como:

  • APIs de afiliação;
  • APIs de recomendação de conteúdo;
  • APIs de personalização;
  • APIs de site de busca;
  • APIs de marketplaces.

Melhorias na performance

Antes de concluirmos, não poderíamos esquecer de mencionar as melhorias de performance que essas tecnologias trazem para o comércio eletrônico. Como você acabou de ver, as APIs podem ter diversas utilizações, cada qual com suas próprias contribuições.

De uma forma geral, pode-se obter as seguintes vantagens:

  • redução de custos operacionais;
  • ampliação de alcance;
  • inovações;
  • melhor experiência de navegação por parte dos visitantes;
  • aumento das taxas de conversão;
  • maior segurança nas transações;
  • otimização das tomadas de decisão.

Por fim, compreenda que, sem a utilização das APIs, crescer será uma tarefa um tanto quanto árdua. Portanto, se você ainda não as utiliza no seu negócio, comece a pesquisá-las agora mesmo.

Entre em contato com os fornecedores de API para e-commerce e tire todas as suas dúvidas; seus concorrentes provavelmente já estão fazendo isso.

E então, o que achou deste artigo? Gostou? Não deixe de baixar o nosso e-book sobre a importância do rastreamento de pedidos e como torná-lo eficiente.