Tecnologiaaplicativos para logística

B2C (business-to-consumer) é toda relação de compra entre pessoa física e empresa, na aquisição de um produto ou serviço. Quem já comprou online e completou de forma bem-sucedida todas as etapas do B2C sabe que o sucesso da transação depende fortemente da estrutura de logística por trás do e-commerce. Aplicativos para logística surgem como uma solução atraente para otimizar a administração desse processo, gerir melhor os custos operacionais e garantir o cumprimento dos prazos estabelecidos com o consumidor.

Essas ferramentas estão passando por um processo de intensa transformação para corresponder às expectativas de clientes cada vez mais exigentes. Apresentaremos neste post algumas propostas de logística que se integram a economia compartilhada — com custos mais enxutos — e que são um dos caminhos mais promissores nessa mudança. Acompanhe!

Compras online: o início de tudo

Consumidores migraram para as compras online a fim de obter melhores preços, maior flexibilidade na aquisição e informações precisas a respeito do que adquirem. Um dos grandes desafios para um e-commerce, entretanto, continua sendo a logística.

Os negócios empenham parte significativa de seus recursos na construção de redes de distribuição que nem sempre são capazes de lidar com a demanda dentro do prazo ou por um preço que torne sua loja realmente competitiva.

Aplicativos para logística: inovação

Gerir fretes com eficiência é a prioridades dos aplicativos para logística e, para conseguir fazer isso, esses modelos de software precisam contar com funcionalidades capazes de potencializar seus resultados. Aplicativos de logística B2C pretendem solucionar isso por colocar à disposição dos clientes fretes ágeis e flexíveis, beneficiando-se da integração social.

Hoje, o aplicativo Uber é um dos maiores expoentes da chamada “economia compartilhada”. Em 2016, a empresa está presente em 70 países, mais de 480 cidades e faz cerca de 5 milhões de viagens por dia no mundo.

O Uber nasceu com a proposta de compartilhar o uso de veículos de luxo de forma a torná-los mais acessíveis para indivíduos sem disposição para comprar um destes veículos para si. Com o tempo, agregou veículos comuns a sua frota e popularizou-se como uma alternativa mais econômica aos taxis comuns. Porém, com a ampla disponibilidade de carros e o tempo ocioso que existe entre as corridas, otimizar os resultados da companhia realizando entregas passou a ser chave para sua estratégia de crescimento. Para isso, ela lançou — inicialmente fora do Brasil — sua solução de entregas: o Uber Rush.

Uber Rush: mais produtividade

Sua empresa pode ser muito mais produtiva com a ajuda do software de logística certo. O Uber Rush surge como solução para delivery e outros tipo de entrega, capaz de atender pessoas jurídicas ao toque de um botão. O funcionamento é similar ao de uma corrida com passageiro, mas os motoristas executam serviços de courier.

O serviço tem um app próprio e um objetivo grandioso: se tornar o operador logístico de pequenas e médias empresas. O serviço para cadastrar sua empresa é grátis, e a cobrança é feita por entrega, completamente sob demanda. Os couriers são remunerados com até 80% do valor, que gira entre cinco e sete dólares.

Disponível em algumas cidades americanas, o serviço utilizará os carros vagos a serviço da companhia para otimizar os ganhos da startup. O projeto quer ampliar sua presença nas cidades e melhorar a relação de custo-benefício com frotas de bicicletas e a pé.

Grabr: conectando pessoas

Outra estratégia para conquistar consumidores com bons preços e entregas rápidas vem com uma proposta completamente diferente. O Grabr é uma plataforma que conecta viajantes e clientes dispostos a adquirir produtos importados a preço de custo ou o mais perto disso possível. Realizando a intermediação entre ambos, permite que usuários recebam ofertas e comparem suas vantagens.

Com uma seleção ilimitada de produtos e entregas ao redor do globo, o objetivo é oferecer para clientes os preços originais de cada produto e tornar mais acessíveis as aquisições. A plataforma é colaborativa e funciona conectando compradores e vendedores internacionalmente.

Após postar uma oferta online, algumas dezenas de viajantes fazem uma oferta para entregá-lo onde você está, e é possível comparar os benefícios de cada uma. A ferramenta lida com os pagamentos usando uma solução de escrow (custódia), que segura os fundos enquanto a transação não estiver completada e garante seu sucesso para ambos, vendedor e cliente.

Os encontros para a entrega de cada item são marcados também pela ferramenta em locais públicos. O interessante na iniciativa é oferecer a possibilidade de que viajantes façam um dinheiro extra, transportando pequenos itens para consumidores finais.

O Grabr não se envolve diretamente nas transações entre os clientes, mas oferece toda a tecnologia para que elas ocorram em um ambiente confiável e resultem em negócios satisfatórios.

Cada viajante escolhe a taxa que deseja receber sobre a transação, e o site fica com uma porcentagem, cabendo ao comprador escolher a oferta mais vantajosa para si.

B2C e logística: a solução das grandes corporações

Um dos maiores desafios da logística é compreender as expectativas do cliente quanto à entrega.  Queremos receber nossos produtos o mais rápido possível, mas o custo do frete é um fator de desistência que impacta com força as lojas online.

A complexidade do processo toma tempo produtivo nas empresas e acaba comprometendo sua geração de resultados.

Grandes companhias já viram os resultados do B2C e, por isso, conseguem movimentar grandes volumes de estoque com eficiência. Existem erros de logística que podem ser fatais para seu negócio, e gigantes do comércio online detectaram há algum tempo a necessidade de mudar o modelo de distribuição para plataformas mais eficientes.

Para isso, um modelo híbrido, em que parte das entregas é administrada diretamente pelo varejista, e a outra parte por uma rede de parceiros, se mostrou a alternativa mais eficiente. Era questão de tempo até que tudo isso se integrasse à nossa realidade com aplicativos para logística, como os que vimos aqui.

Tão importante quanto contratar a transportadora certa é detectar estratégias para tornar as opções de frete de sua empresa menos onerosas e mais flexíveis. Fica mais simples de encontrar uma rede de parceiros capaz de arcar com parte significativa da sua demanda graças a esse tipo de tecnologia.

A única certeza é de que não temos certeza de quais destas tendências irão determinar o futuro da logística, mas que a tecnologia, aliada às conexões sociais, vêm trazendo mudanças profundas e definitivas. É possível que, no futuro, apps como o Grabr consigam trabalhar em parceria com grandes e-commerces ao redor do mundo, e a Uber tome conta das entregas locais, usando veículos autônomos, redes de drones e outras alternativas que formam o futuro da logística. Soluções como essas vão mudar a maneira como recebemos e enviamos produtos, trazendo cada vez mais opções de custo, prazo e formato de entrega

Consegue imaginar aplicativos para logística trabalhando para aumentar a eficiência do seu negócio? Então, aprenda mais sobre B2C com quem entende bem do assunto. Confira um case de sucesso no post 4 lições que o Submarino pode ensinar sobre frete e transporte!