Novidadesintermodal

A 24ª edição da Intermodal South America, maior feira do segmento de logística, transporte de cargas e comércio exterior da América Latina, foi marcada pela aberturas de novos espaços para discussão e apresentação de novidades voltadas para o uso da tecnologia no setor logístico.

Ao longo dos tr√™s dias de evento, ocorreram palestras, lan√ßamentos, inova√ß√£o e empreendedorismo, contando com a presen√ßa de expositores do mundo todo. O evento abriu espa√ßo para empresas de TI ‚Äď com solu√ß√Ķes de tecnologia, softwares e seguran√ßa para log√≠stica ‚Äď apresentarem as √ļltimas novidades da ind√ļstria aplicadas no dia a dia das empresas.

N√≥s da Intelipost participamos do evento ao lado de alguns de nossos clientes e parceiros, e neste post compartilharemos o que a gente p√īde conferir durante a sua √ļltima edi√ß√£o. Veja a seguir, os pontos altos da Intermodal south america 2018:

 

XXI Conferência Nacional de Logística

Uma das grandes novidades da Intermodal 2018 foi a XXI Conferência Nacional de Logística (CNL), que pela primeira vez aconteceu durante a Intermodal, e é organizada pela Associação Brasileira de Logística (ABL). Dentre os assuntos discutidos, foram destaque o  Global Supply Chain, Logística 4.0, Varejo, E-commerces, o conceito de Omnichannel e Omnisolutions. Tudo isso com o intuito de discutir tendências, o futuro no mercado de logística e transporte, focando em exemplos práticos apresentados por especialistas do mercado.

Estratégia Omnichannel

Um dos nossos fundadores, Stefan Rehm, participou da Conferência apresentando o case da Riachuelo, que em 2017 aderiu ao e-commerce e reformulou todo o seu centro de distribuição para implementação de sua estratégia omnichannel. Além disso, Rehm apresentou as modalidades de destaque dessa estratégia, como lojas próprias, lockers e pontos terceiros, e concluiu que mercados maduros têm aderido a esta estratégia, não só pela otimização dos custos, mas também pela missão de tornar a experiência de compra cada vez melhor para o cliente.

Por fim, mostrou uma perspectiva positiva sobre o futuro no mercado e o conceito de Blockchain, uma tecnologia que j√° est√° apresentando sinais de disrup√ß√£o na √°rea de marketing, e que promete revolucionar as rela√ß√Ķes entre os lojistas, transportadoras e o cliente final, que, dentro desse novo cen√°rio, passa a ser o centro das opera√ß√Ķes.

 

Evento Intermodal 2018

Os palestrantes Stefan Rehm e Luiz Ant√īnio Rego.

Gestão Omnichannel nos centros de distribuição

Incrementando a discuss√£o sobre omnichannel, Luiz Ant√īnio Rego, diretor da ALCIS apresentou seu ponto de vista sobre o cloud computing e como ele √© essencial para a log√≠stica 4.0 e a necessidade de uma log√≠stica colaborativa para alcan√ßar o sucesso em seu neg√≥cio. O ponto incisivo de sua apresenta√ß√£o foi o uso do mobile na centraliza√ß√£o das gest√Ķes de workforce e workflow e a import√Ęncia de uma sincroniza√ß√£o dos apps de e-commerce com a estrat√©gia omnichannel. Tamb√©m aproveitou o momento para discutir o uso de m√≥dulos RFDI associado a utiliza√ß√£o de drones para realizar controle de estoque. No Brasil, j√° existe tecnologia capaz de realizar a leitura de 600 pallets por hora.

Exemplo pr√°tico Omichannel

Lodovico Brioschi, co-fundador da Amaro e Fabien Mendez, CEO da Loggi apresentaram o case da Amaro, que utiliza o conceito de guide shops onde a compra é realizada na loja física, mas o processo de compra é online, e o cliente recebe os produtos em casa.

A dupla tamb√©m discutiu um pouco sobre o varejo no futuro, e ao que tudo indica, estamos caminhando para um mercado onde as lojas f√≠sicas n√£o precisar√£o mais ter estoque, ou at√© mesmo caixas, resultando uma experi√™ncia de compra interativa para que haja engajamento dos clientes nas lojas. Mais uma vez a import√Ęncia do mobile foi destacada. Um exemplo √© a pr√≥pria Amaro, que atualmente conta com 60% do seu faturamento proveniente das compras feitas atrav√©s de celulares e tablets.

Quanto ao que concerne √† log√≠stica reversa, Fabien afirmou que o Brasil ainda tem muito trabalho a fazer no quesito otimiza√ß√£o, principalmente por conta de quest√Ķes tribut√°rias, que infelizmente atrasam o desenvolvimento desse setor, ¬†n√£o por conta dos valores ‚Äď as al√≠quotas n√£o s√£o caras ‚Äď, mas os processos de c√°lculos ainda s√£o burocr√°ticos. O CEO da Loggi aproveitou tamb√©m para comentar as vantagens da democratiza√ß√£o das entregas. Realizar entregas de qualidade a um pre√ßo justo gera um aumento de 40% na convers√£o de vendas, em m√©dia. No caso da Amaro, o fullfilment √© realizado pela pr√≥pria empresa, e os processos de picking e packing s√£o realizados no tempo de 2 a 5 horas.

Logística Reversa foi assunto importante na Intermodal 2018

Dando sequ√™ncia ao ciclo de palestras, Samuel Gonsales, especialista em omnichannel e em sistemas de gest√£o ERP falou bastante sobre a import√Ęncia da log√≠stica reversa no e-commerce, e apresentou alguns dados interessantes sobre o perfil do consumidor brasileiro. Em se tratando de trocas:

  • 23% ocorrem devido ao envio de mercadoria errada;
  • 22% delas referem-se ao envio de produtos diferentes do que apresentado na loja virtual;
  • 20% das trocas s√£o referentes ao recebimento de produtos danificados.

Com esse cenário, como fazer para que a satisfação do cliente final seja mantida, apesar dessas adversidades?

A come√ßar, deve-se ter em mente que estamos numa evolu√ß√£o do modelo de consumo, onde h√° um estreitamento de rela√ß√Ķes entre consumidor e fabricante. O omnichannel √© o modelo ideal, por√©m ainda n√£o est√° consolidado no mercado nacional. Para que ele se consolide, √© fundamental que as empresas que ainda n√£o s√£o digitais passem a conversar com esse campo, caso elas queiram prosperar nos seus neg√≥cios.

Com uma perspectiva otimista, Samuel afirma que casos especiais de entrega n√£o s√£o simples, por√©m n√£o s√£o imposs√≠veis. √Č necess√°rio estar atento √†s necessidades dos consumidores e ser criativo na hora de apresentar as solu√ß√Ķes exigidas. E √© importante que essas solu√ß√Ķes sejam pratic√°veis em diferentes canais. ¬†Para ele, adotar uma estrat√©gia de integra√ß√£o log√≠stica √© a chave do omnichannel.

Conclus√Ķes e impress√Ķes sobre¬†a Intermodal 2018

Ap√≥s todos esses insights apresentados pelos profissionais do mercado, fica evidente o poder transformador da tecnologia nas opera√ß√Ķes log√≠sticas e nas rela√ß√Ķes das marcas com seus clientes e fornecedores.

O consumidor de hoje est√° mais consciente, e por isso, quer ter maior controle e poder de decis√£o no momento da compra. Para que isso aconte√ßa, uma integra√ß√£o com as tecnologias, como web bots, facebook, skype, e outras novidades como o WhatsApp bussiness podem auxiliar nas rela√ß√Ķes com o cliente.

A integra√ß√£o de tecnologias aliada √† log√≠stica, tem o intuito n√£o s√≥ de melhorar o desempenho do seu neg√≥cio, mas tamb√©m a responsabilidade de efetuar um servi√ßo que ofere√ßa m√°xima conveni√™ncia ao consumidor final, mas para isso, ainda √© necess√°rio contar com parceiros de confian√ßa que possam oferecer op√ß√Ķes inteligentes para a sua opera√ß√£o.

 

E voc√™, o que acha do uso da tecnologia na log√≠stica? Deixe sua opini√£o nos coment√°rios, e caso queira receber mais conte√ļdos como este, assine a nossa newsletter.