Taxas de Frete
Para quem está habituado a comprar em sites estrangeiros, recentemente, uma nova taxa dos Correios passou a incidir sobre os produtos comprados no exterior e despachados pelo serviço postal. A nova regra entrou em vigor no dia 27 de agosto de 2018.

Agora, uma tarifação fixa é cobrada para todos os tipos de encomenda, independentemente da categoria e do valor dos itens comprados.

Por isso, reunimos aqui os detalhes sobre a nova taxação dos Correios para mercadorias internacionais e quais produtos serão tarifados, além de como efetuar o pagamento dessa nova taxa.

Em que consiste a nova taxa dos Correios?

Desde 27 de agosto desse ano, uma nova medida que prevê a cobrança de uma taxa extra para mercadorias internacionais que desembarcarem no Brasil por meio de serviço postal está em vigor.

A partir dessa data, produtos adquiridos em sites do exterior estarão sujeitos a uma tarifa fixa de R$ 15,00 e, para que haja a liberação da encomenda para entrega, é necessário quitar o valor junto aos Correios.

De acordo com a instituição, esse novo tributo fez-se necessário com o crescente número de produtos importados chegando ao país. Com isso, os Correios afirmam que surgiu a necessidade de aumentar os recursos operacionais para manter o padrão do serviço prestado aos consumidores.

Vale reforçar que esse formato de despacho postal nada tem a ver com tributos ou frete de mercadorias. A nova cobrança refere-se ao custeio de atividades que prestam suporte ao serviço aduaneiro, como é o caso da inspeção por raio-x, formalização da importação no sistema da Receita (se necessário), entre outros pontos.

Quais mercadorias serão tarifadas?

Agora, com a nova tarifa prevista para este tipo de produto, todas as mercadorias adquiridas no exterior e enviadas por meio do serviço postal estão sujeitas a essa cobrança — independentemente de seu valor, peso ou tamanho.

Como era feita a taxação antes?

Antes das mudanças, essa cobrança acontecia apenas em produtos que sofriam tributação pela Receita Federal. Portanto, apenas mercadorias com valor acima de US$ 100 e destinados para pessoa física recebiam taxas de importação.

Como efetuar o pagamento da nova taxa dos Correios?

Para efetuar esse pagamento, as pessoas devem acessar o campo de rastreamento de objetos e incluir o respectivo código do pacote. Esse procedimento deve ser feito enquanto aguardam suas encomendas. Nesse momento, será exibido um informe de “Aguardando pagamento”, então o usuário deve clicar no botão “Pagar” que aparece na parte inferior da tela.

 

Tela de pesquisa de encomenda dos Correios / Foto: Reprodução

Em seguida, é exigido o acesso à conta no site dos Correios. Caso o comprador ainda não tenha esse cadastro, é preciso se inscrever na opção “Cadastrar-se no idCorreios” e preencher todos os dados solicitados, confirmando seu cadastro ao fim da operação. Feito isso, o consumidor estará apto a acessar o sistema e realizar a quitação da taxa de importação. Nesse momento, o sistema oferece duas opções de pagamento: por meio de boleto bancário ou cartão de crédito. 

taxa dos correios

Pagamento do despacho postal dos Correios / Foto: Reprodução

Nos pagamentos feitos com crédito, é necessário cadastrar informações como número do cartão, data de vencimento, código verificador e nome do titular. Quem preferir boleto bancário, basta selecionar a opção “Finalizar” e realizar o pagamento em qualquer agência bancária ou casa lotérica.

Após a data de confirmação, os Correios liberarão a entrega das mercadorias em até 40 dias úteis.

Quem consome com frequência em sites estrangeiros precisa estar atento à nova taxa dos Correios para produtos importados. Estar a par das novas regras é fundamental para evitar dores de cabeça e contratempos que possam impedir ou retardar o recebimento das compras.

Quer se manter informado sobre frete e logística? Assine nossa newsletter e receba as nossas novidades do setor!