NovidadesPick Up e Drop Off Points
Cerca de 40% da população do Rio de Janeiro não consegue fazer compras online por morarem em áreas de risco ou  porque não conseguem estar em casa a tempo de receber a encomenda em horário comercial. Em São Paulo, esse número também é alto, cerca de 25% das pessoas sofrem com esse problema. Somando as duas capitais, em números absolutos temos pouco mais de 5 milhões de pessoas sem acesso ao comércio eletrônico. Ao olhar para todo o Brasil, esse número aumenta significativamente.

Mas, como as lojas online podem alcançar essa população se não conseguem entregar? Uma tendência global que tenta vingar há alguns anos no Brasil, mas que provavelmente decole este ano, é o investimento por parte de algumas empresas em armários inteligentes e pontos de retirada, também conhecidos como PUDOs (Pick Up Drop Off), como medida para amenizar o problema.

Pick Up e Drop Off Points como solução para entregas rápidas

Além de atingir esse novo público que demanda por conveniência, a adoção de PUDOs como modalidade de entrega pode ser uma excelente estratégia para melhorar a oferta de prazos de entregas rápidas. Por um lado é mais fácil e rápido para as lojas e transportadoras alimentarem um único ponto de entrega com vários produtos do que realizar entregas pulverizadas em diversos endereços. Do lado do cliente, tendo pontos de retirada localizados em lugares estratégicos e convenientes, a retirada da mercadoria facilmente entra no cotidiano das pessoas.

Uma gigante que apostou muito dinheiro nessa tecnologia e vem colhendo bons frutos é a Amazon. Em meados de 2019 a companhia já contava com 10.000 pontos nos EUA, e tinha um plano agressivo de incluir mais mil pontos por mês. Em parceria com lojas de conveniência, como 7Eleven, Spar e shoppings, muitas vezes os espaços são oferecidos de graça por atrair consumidores aos estabelecimentos.

Armários Inteligentes

Também chamados de Lockers, são armários parecidos com os de vestiários que têm um dispositivo eletrônico, parecido com um tablet, em que com um Pin Code ou QR Code o cliente consegue retirar o produto adquirido. Em outros países já é possível abrir a porta via reconhecimento facial.

A vantagem está no modelo self-service além da possibilidade de fácil alocação em lugares estratégicos como estações de metrô e lojas de conveniência e serviços (lavanderias, etc.).

O principal desafio para as empresas é estabelecer parcerias que assegurem a alimentação dos Lockers com eficiência, e que entendam como utilizar o sistema do armário. Fora isso, as integrações sistêmicas com esses armários é um ponto a se considerar no momento da adesão desse serviço pelo embarcador.

Atualmente, as empresas que vêm trabalhando nesse segmento são: Boxit, Clique Retire, Inpost, LimeLocker, HandOver, Pickbox e Unlog.

Pontos de Retirada

Os pontos de retiradas podem pertencer a empresa prestadora de serviços ou, também, podem existir através de parcerias de negócio entre locais de conveniência (mercearias, drogarias, lojas, etc.), que ofereçam espaço para armazenar as mercadorias.

A sua facilidade vem, principalmente, pelo aumento de quantidade desses pontos de forma escalável e a não necessidade de instalação de um armário. Outro benefício, é que por ter uma pessoa no ponto de retirada para receber a carga, qualquer motorista ou transportadora consegue entregar a mercadoria sem a necessidade de treinamento específico.

Já o maior desafio dos pontos de retirada é a criação de uma rede sólida e acessível aos usuários. No momento, as empresas que estão mais ativas nesse mercado são: Jadlog e Pegaki.

Impactos com as Transportadoras

Do lado das transportadoras, um estudo na Polônia mostra que comparado ao modelo tradicional de entregas, o uso de Lockers reduziu pela metade a quilometragem rodada pelos veículos. Também, constatou-se que os veículos conseguiram fazer um volume de entregas muito maior com a utilização de Lockers. A taxa de crescimento foi de até 1000% em um único dia de operação.

Somado a essas melhorias na performance das  entregas, alguns impactos relevantes percebidos foram as reduções em emissões de CO2 e consumo de combustível bem como foram observadas melhorias de tráfego em algumas regiões.

Como meu negócio pode adotar uma estratégia de Pick Up e Drop Off Points?

Por ser uma estratégia de alta adaptabilidade, é viável para todos os segmentos do e-commerce. 

Como primeiro passo, é importante verificar com as empresas de Lockers e Pontos de Retirada se elas atendem as regiões de atuação e especificidades do seu negócio. Feito isso, é muito importante entender como devem ser feitas as integrações, dado que com um novo parceiro, um novo sistema deve estar conectado ao seu site.

Outro ponto importante, é adequar o site para apresentar essa alternativa de entrega no momento de cotação do frete pelo cliente. Uma boa prática é inserir um botão “recomendado” ao lado da opção de entrega.

Agora que você conheceu essa modalidade de entrega, caso queira se aprofundar um pouco mais no assunto não deixe de ler este e-book. Caso queira mais informações a respeito de integrações com essas empresas, não deixe de entrar em contato conosco para qualquer esclarecimento. Nós ficaremos muito satisfeitos em te ajudar.