Logística
Um dos principais desafios dos gestores de e-commerce é o de estruturar uma logística de entregas eficiente. Ela leva o negócio a fazer o máximo de entregas dentro do prazo prometido ao cliente, aumentando sua satisfação e taxa fidelização.

Para que você consiga otimizar a logística, cumprir os prazos de entrega informados aos seus clientes e minimizar a ocorrência de atrasos, explicamos o que envolve a logística de entregas, como otimizar suas operações de transporte e, por fim, encontrar gaps nos seus processos.

O que engloba a logística de entregas

Essa é a logística responsável pela gestão da separação e envio de produtos aos destinatários. Suas etapas incluem desde a identificação da forma de transporte adequada até a confirmação de entrega pelos clientes.

Ao otimizar essas atividades, a empresa consegue entregar a quantidade de produtos exata, na data combinada e sem avarias para seus clientes.

Dicas para otimizar uma logística de entregas de maneira inteligente

As dicas explicadas nos tópicos podem ser aplicadas em qualquer segmento, mas são vantajosas, especialmente, para e-commerces, independentemente do seu tipo.

Observe o compromisso com os prazos de entregas

Cumprir os prazos de entregas prometidos é fundamental para manter a credibilidade do negócio no mercado. Caso uma entrega não seja feita até o dia previsto, o comprador não terá mais a confiança de que seu e-commerce realizará outros envios dentro do prazo.

Há algumas medidas que podem ser tomadas para evitar que esse problema ocorra. Uma delas é o planejamento de rotas (roteirização), que estipula previamente o trajeto que será tomado pelos veículos durante as entregas.

Para maior assertividade nessa roteirização, utilize um software que calcule a rota mais ágil, econômica e segura, bem como que gere o tempo de entrega automaticamente. Com essa tecnologia, você conseguirá estipular prazos reais, mais precisos e de forma mais rápida.

Outra dica pertinente é considerar o prazo médio que as transportadoras parceiras são capazes de cumprir, já que a entrega está condicionada às operações dessas empresas. Por fim, estabeleça uma margem de segurança para seu cliente, ou seja, acrescente um ou mais dias ao prazo definido pelo seu sistema de gestão de transportes (TMS).

Assim, você conseguirá fazer entregas dentro do período informado, mesmo que ocorram problemas na estrada. Também, você superará as expectativas dos clientes quando não ocorrerem contratempos no trajeto.

Diversifique as opções de entrega

Existem diferentes tipos de entregas que podem ser mais vantajosas e ágeis, dependendo da localização dos consumidores. Por isso, é recomendável que você implemente diversas modalidades de entregas. Alguns exemplos são:

  • pontos de retirada: o entregador entrega a mercadoria em algum armário ou ponto de conveniência parceiro para que o consumidor possa retirá-lo no horário que lhe for mais conveniente.
  • in-store delivery (entrega dentro da loja): consiste em permitir que o cliente compre um produto no site e retire na loja física. Essa é uma opção viável quando seu e-commerce também tem um estabelecimento físico;
  • same day delivery (entrega no mesmo dia): o usuário recebe o produto no mesmo dia que o adquiriu. Isso é possível quando o e-commerce antecipa a compra do cliente e já prepara a entrega ou na hipótese que o cliente reside perto de um dos pontos da loja;
  • next day delivery (entrega no próximo dia): similar à modalidade anterior, a entrega é feita no dia seguinte, após a comprovação do pagamento.

Outra diversificação relevante é a dos parceiros logísticos. Depender de somente uma transportadora é um erro que comprometerá o futuro do seu negócio. Afinal, todas as suas entregas serão prejudicadas caso seu parceiro tenha problemas.

Você pode minimizar esse risco com uma lista de transportadores comprometidos, que ofereçam preços viáveis e que sejam compatíveis com as necessidades do seu negócio. Ao fazê-lo, pode-se oferecer diferentes opções de frete aos seus clientes e elaborar um plano de contingência, caso algum dos seus parceiros falhe nas entregas.

Estruture um processo de logística reversa eficiente

A logística reversa ocorre quando as mercadorias já entregues ao destinatário são recolhidas pela empresa. Essa movimentação pode acontecer quando a empresa entrega o produto errado, avariado, com defeito ou quando o cliente se arrependeu da compra dentro de sete dias.

Deixe claro para seus clientes em quais condições — quando e como — a devolução poderá ser realizada. Isso elimina dúvidas dos consumidores e gera maior confiabilidade de marca.

É importante que a empresa faça o planejamento e os cálculos necessários para averiguar a viabilidade da logística reversa. O sistema de gestão para transportadoras também pode ser usado para automatizar a roteirização e tornar o procedimento mais eficiente.

Mantenha o cliente informado durante o processo de entrega

A falta de informações sobre a entrega cria um sentimento de insegurança aos seus clientes. Você pode aumentar a confiança dos compradores permitindo que eles verifiquem o status em tempo real dos seus produtos com informações atualizadas sobre a entrega, o que pode ser feito por e-mail ou SMS, por exemplo.

Além disso, tenha um atendimento e comunicação omnichannel, que consiste na unificação da experiência do cliente tanto no ambiente online como offline. Por exemplo, se um consumidor fez uma compra no estabelecimento físico de sua loja, ele pode fazer o acompanhamento da entrega pelo seu e-commerce.

Como identificar possíveis gaps na logística de entregas?

Gaps são os gargalos ou entraves que geram problemas na logística. Não é fácil identificar esse tipo de situação no negócio, mas, nos tópicos abaixo, trouxemos algumas dicas que podem ajudar.

Acompanhe os indicadores de desempenho das operações

Indicadores de desempenho (KPIs) são métricas aplicadas sobre os resultados da empresa para verificar se eles estão evoluindo conforme desejado. É preciso aplicar um sistema de gestão para transportadoras para que elas sejam aplicadas e acompanhadas automaticamente. Exemplos desses KPIs são:

  • custo do transporte: informa o valor gasto para transportar os produtos;
  • on-time delivery (OTD): relaciona o tempo de entrega desde a separação do pedido até o envio pela transportadora;
  • on-time e in-full (OTIF): apresenta eficácia da empresa no cumprimento de prazos (on-time) e no atendimento (in-full);
  • order cycle time (OCT): prazo entre o recebimento do pedido até entrega do item ao destinatário.

Invista em tecnologias que otimizam a visibilidade das operações

A rotina de um e-commerce inclui um amplo volume de informações, sendo inviável fazer todo o controle de forma manual. Entretanto, qualquer erro na comunicação ou registro dos dados pode gerar problemas na entrega e, consequentemente, insatisfação dos clientes.

Utilize uma solução inteligente, como um TMS, que coleta os dados do negócio, analisa e trabalha de forma automática, reunindo todas as informações em uma única plataforma. Graças a essa tecnologia, você conseguirá ter uma visão ampla, transparente e real das operações logísticas da sua empresa.

Uma logística de entregas inteligente aumenta a taxa de fidelização dos seus consumidores e poderá fazer com que seu negócio se destaque perante os concorrentes de mercado. Mas é importante estar aberto para adotar tecnologias desenvolvidas especialmente para melhorar sua logística.

experiência de entrega

Veja a pesquisa exclusiva que mostra o panorama das entregas do e-commerce brasileiro. Acesse já o mapa das entregas do primeiro de semestre de 2020!