Tecnologiastartups de logística
A logística consiste em um setor muito dinâmico, pois está constantemente sofrendo transformações. As mudanças mais significativas na área estão associadas, especialmente, no âmbito tecnológico.

Nesse sentido, é preciso ressaltar que as novas tecnologias são capazes de alterar a forma de trabalho dentro das empresas. As organizações que não se adequarem a essas novas ferramentas vão ficar para trás no mercado, e as que conseguirem transformar-se vão se destacar. Desse modo, continue a leitura e entenda como as startups de logística estão revolucionando o mercado de entregas!

O que são as startups de logística?

É preciso compreender que as startups são instituições com modelo de negócio escalável, ou seja, fundamentado em tecnologia e inovação. Assim, elas procuram solucionar possíveis dores no mercado. As startups logísticas criam soluções direcionadas para o varejo online e físico, buscando cada vez mais integrar melhor todo o ecossistema.

Sendo assim, há, no mercado, startups de entrega, gestão de frete, rastreio e tracking. No país, esse modelo de empreendimento começou a ganhar destaque em 2008. As startups de logística mesclam todo o know-how humano, a experiência dos colaboradores, com boas ferramentas tecnológicas, como sistemas de gestão de transporte (TMS) e tecnologias de roteirização.

A criação de soluções para um setor que ainda enfrenta muitos desafios torna-se uma importante saída para embarcadores e gestores que não desejam mais gastar recursos com estratégias ineficientes.

O que fazem as startups de logística?

As startups apresentam um time de desenvolvimento para compreender as exigências do setor e estabelecer soluções satisfatórias que atendam as necessidades do mercado. O principal diferencial de uma startup para uma organização tradicional é a rapidez de desenvolvimento e crescimento. São empresas flexíveis, dinâmicas, escaláveis e que proporcionam mais simplicidade para o mercado.

Entretanto, é essencial ressaltar que não quer dizer que a organização não esteja nem aí. Ainda há muito receio por parte de alguns gestores logísticos em confiar em startups, por causa do nível de complexidade dos processos. Porém, existem métodos para analisar a melhor organização e selecionar um serviço de boa qualidade e de confiança.

O mercado de startups no Brasil em 2020

As startups do setor de logística já são mais de 280 no Brasil, sendo que a maioria foi criada entre os anos de 2015 e 2020. O ramo cresce cada vez mais e, principalmente, durante esse período de pandemia e problemas econômicos. Durante os primeiros meses deste ano, o setor atraiu milhões de aportes. Atualmente boa parte das maiores startups de 2020 trabalham diretamente ou estão relacionadas a problemas logísticos e a aceleração da digitalização do varejo.

Ainda é preciso salientar que a maior parte das startups está localizada nas regiões Sudeste e Sul. O estado de São Paulo tem mais de 50% do total de startups, em seguida vem Minas Gerais, Santa Catarina e Paraná. Isso ocorre porque são regiões com grandes indústrias e um potente mercado consumidor.

Saiba que muitos serviços utilizados hoje em dia foram criados dentro de startups. Elas transformaram os hábitos da população e alteraram o mundo empresarial, sendo algo novo para as empresas e que chegou para mudar o modelo de negócio existente.

Desse modo, a quantidade de startups no país cresceu significativamente, e a expectativa é que aumente cada vez mais. A pandemia também favoreceu o desenvolvimento das startups, pois aconteceram diversas mudanças no e-commerce, e os clientes estão buscando cada vez mais facilidade. Assim, foi preciso que muitos negócios se adaptassem.

Com as startups, as empresas conseguem responder os seus clientes de forma mais ágil e simples, cumprindo com os desejos da sociedade contemporânea, a qual está sempre buscando novidades e soluções práticas para melhorar sua qualidade de vida. Além disso, o desenvolvimento das startups favoreceu o desaparecimento de muitas profissões existentes no mercado. Mas novos cargos apareceram por conta do surgimento de novas demandas e oportunidades.

Ainda é preciso mencionar que esse modelo de negócio apresenta um olhar diferenciado para os desafios presentes na comunidade. As startups não solucionam apenas problemas, mas também são capazes de entregar uma nova experiência para os seus consumidores online, de maneira colaborativa e com interação. Fazem surgir empresas com propósitos bem estabelecidos, onde as pessoas não adquirem apenas um serviço ou um produto, mas, sim, valores.

Dessa forma, as startups estão revolucionando o mercado, deixando os processos logísticos mais ágeis, por exemplo. Logo, as empresas conseguem cumprir com as novas exigências do e-commerce e, assim, destacar-se no mercado.

Como as startups de logística estão revolucionando
o mercado de entregas?

As startups oferecem um eficiente sistema de gestão, com um suporte dedicado e pronto para auxiliar os empreendedores, permitindo ao gestor apurar todas as suas mercadorias. Ele não precisa preocupar-se com as entregas dos produtos fora do prazo, elevados custos com taxas extras e falta de visibilidade. As startups conseguem proporcionar as melhores soluções, com rapidez.

Os gestores conseguem controlar todos os seus processos pela tela de um computador ou do celular, monitorar o tempo de envio e possíveis ocorrências que necessitam de ação imediata, contribuindo na tomada de decisão. Atualmente, quanto mais rápido os processos acontecem, melhor.

O maior objetivo das startups é ajudar os empreendedores que apresentam dificuldade no processo de entrega dos seus produtos e que gastam altos valores com frete. Isso afeta o seu desenvolvimento, muitos clientes acabam não realizando mais compras em sua empresa por causa da demora do envio e do alto valor do frete.

Assim, as startups de logística são essenciais, pois elas conseguem deixar as etapas logísticas mais otimizadas e eficientes. Com isso, para que o empreendedor consiga um bom posicionamento no mercado, ele pode contar com soluções inovadoras que simplificam os processos. O e-commerce cresceu significativamente nos últimos meses, e as pessoas estão comprando mais online. Por conta disso, as lojas tiveram de se adaptar para conseguir realizar um atendimento eficiente e satisfatório, e as startups estão ajudando nesse processo.

Gostou do nosso post? Então, aproveite para seguir nossas redes sociais e ficar por dentro de outros assuntos importantes. Estamos no Facebook, Twitter e Linkedin!