Intelipost

Last Mile: tendências para redução de custos no transporte

Publicado em
por:
tendencias-de-reducao-de-custos-no-last-mile-do-transporte

Quer saber quais são os desafios do last mile no Brasil? Leia o artigo e acompanhe as principais tendências no segmento para os próximos anos.

Com a escalabilidade do comércio eletrônico em escala global, há uma demanda sem precedentes pelo transporte de última milha (last mile). Esse aumento é acompanhado por uma disputa acirrada pelo estado da arte na distribuição logística.

Atualmente, cerca de 53% dos custos logísticos das empresas estão relacionados à última milha, segundo dados da Mordor Intelligence, e a previsão de aumento de demanda em last mile delivery é de 78% até 2030, conforme dados do Fórum Econômico Mundial. E o resultado disso é a digitalização acelerada do mercado, colocando a tecnologia para logística no centro das operações e cada vez mais alinhada com as necessidades dos consumidores, que anseiam por agilidade e boa comunicação ao longo da jornada de compra.

Sobre o Last Mile

Diz respeito à última etapa do transporte da mercadoria, isto é, do momento em que é dada a saída do item adquirido do Centro de Distribuição para ser entregue ao consumidor ou no ponto de retirada, nos casos onde aplica-se a modalidade.

Fatores críticos do last mile delivery

Para garantir a eficiência no last mile delivery, é crucial considerar diversos fatores. Ao abordar o nível de serviço ao cliente, é necessário gerenciar janelas de tempo e prazos de entrega, devoluções e reentregas de maneira eficiente.

A segurança e a estratégia de entrega também são fundamentais, exigindo a definição de níveis de segurança adequados, a identificação do número ideal de pontos de demanda e a implementação de práticas seguras no manuseio dos produtos.

A análise da área geográfica e penetração de mercado é essencial, incluindo a densidade da região/mercado, distância média entre pontos de entrega e a porcentagem de produtos que podem ser agrupados na mesma roteirização.

A gestão eficaz da frota, a adoção de tecnologias e a atenção à drop density (número de pontos de entrega por área) são cruciais para otimizar as operações. Além disso, a análise da rota de entrega, o tipo de veículo utilizado e a gestão proativa de adversidades contribuem para a excelência no last mile delivery.

Last mile e a terceirização de entregas

Uma rede de parceiros logísticos estratégica gera redução de custos. Contar com o suporte de tecnologias inteligentes que simplifiquem os processos, como um sistema de gestão de frete (TMS), é fundamental para otimizar essas parcerias, gerando melhor visibilidade das operações, maior confiabilidade nos processos de auditorias e melhorando a experiência de entrega oferecida pela sua empresa.

O TMS oferece benefícios como rastreamento em tempo real, alocação eficiente de recursos e análises detalhadas, proporcionando visibilidade aprimorada das operações logísticas. Essa solução contribui não apenas para a redução de custos, mas também para a melhoria contínua da experiência de entrega, fortalecendo a posição competitiva da empresa no cenário do last mile.

Transporte colaborativo

A logística colaborativa e modelos de negócios como o crowdshipping têm ganhado força e já apresenta oportunidades para o setor. No setor de agronegócio, a prática colaborativa de compartilhamento de veículos e equipamentos para grandes cargas é uma iniciativa que gera economia relevante ao caixa das empresas.

Exemplificando, imagine um produtor de soja que utiliza um caminhão para o transporte de carga para um determinado entreposto e, uma vez descarregado, o mesmo veículo estaria pronto para ser carregado novamente, agora com outra mercadoria, por ordem de outro produtor, e os custos de transporte divididos entre os embarcadores.

Essa estratégia chegou no varejo eletrônico. Muitas lojas virtuais selam parcerias com pares do segmento para dividir o espaço do caminhão, aproveitando ao máximo a capacidade de carga dos veículos e reduzindo significativamente os custos com o last mile.

Roteirização e entregas alternativas

Planejamento e inovação são esperados nas melhores operações logísticas e isso só é possível graças a ferramentas que conseguem desenhar e planejar a rota mais rápida e econômica, a partir de agrupamentos de produtos baseados por critérios estabelecidos por meio de tecnologias de inteligência logística.

A roteirização desempenha um papel central na eficiência do last mile delivery. É possível planejar rotas otimizadas, levando em consideração diversos fatores como a distância entre os pontos de entrega, a densidade da região e a natureza dos produtos. Uma roteirização eficaz não apenas reduz custos operacionais, mas também contribui para a pontualidade nas entregas, elemento crucial na experiência do cliente durante a última etapa do transporte de mercadorias.

No Grupo Intelipost, a Agile é referência em roteirização inteligente. Saiba mais sobre essa solução.

Outro modelo de estratégia para gerar maior conveniência no processo de entrega é a adoção de pontos de retirada e lockers, grandes apostas para as áreas de grande concentração populacional, onde os índices de trânsito já são um problema. Vale lembrar que essas modalidades permitem que sejam realizadas entregas em horários fora do período de pico, além de reduzir as emissões de gases com a centralização das entregas.

Neste caso, os pontos de coleta da Pegaki são uma ótima alternativa para reduzir custos logísticos e simplificar os processos da operação. Conheça nossa rede de pontos.

Integração entre tecnologia e transporte

Hoje, não faltam exemplos de gigantes como a Amazon e Alibaba sobre inovações em tecnologia para realizar entregas, como o uso de drones para entregas mais leves e sistemas de automatização de picking e packing nos centros de distribuição.

A democratização da tecnologia é algo que deve acontecer na logística em médio prazo. O uso de realidade aumentada já está sendo utilizado em algumas etapas da cadeia logística, especialmente dentro dos armazéns, com bons resultados em relação a processos de inventário, separação e baixa de produtos nos estoques.

É importante ter em mente que essas ferramentas também auxiliam no gerenciamento do transporte de cargas, diminuindo o número de ocorrências e melhor visualização caso ocorra alguma adversidade durante o transporte, colaborando diretamente para a redução de custos logísticos na última milha.

Como o last mile melhora a experiência do cliente?

Investir em soluções inteligentes para a gestão das entregas last mile agiliza os processos de entrega e melhora a performance e os prazos oferecidos, impactando positivamente a experiência dos consumidores. Não à toa, as modalidades de entrega expressa têm ganhado mais atenção por parte dos gestores que já entenderam que o senso de emergência dos consumidores mudou e que é necessário otimizar o nível de serviço oferecido. Assim, investir em estratégias de entregas last mile focadas no cliente acaba sendo uma excelente ferramenta de fidelização.

Uma plataforma de gestão de frete, por exemplo, integra varejistas e transportadoras, além de oferecer recursos para reduzir o custo da última milha. Além disso, é possível criar alertas pré-programados que informam o status de entrega a todos envolvidos no processo. Essa função beneficia os custos logísticos da empresa, sobretudo desonerando a área de atendimento ao cliente, com a redução de reclamações e o aumento da satisfação dos consumidores.

Se você busca reduzir custos na última milha, melhorar a visibilidade das operações e elevar a satisfação do seu cliente, o TMS é a solução. Descubra como nossa plataforma de TMS pode transformar positivamente a sua cadeia logística e impulsionar o sucesso do seu negócio.

Agora que você compreendeu a importância da last mile para a redução dos custos de distribuição, assine a nossa newsletter e receba no seu e-mail dicas e conteúdos exclusivos sobre gestão logística e demais tecnologias do setor!

Gostou? Compartilhe esse conteúdo!

Relacionados

prêmioabcommdeinovaçãodigital
Grupo Intelipost é indicado ao Prêmio ABComm de Inovação Digital 2024
tendências para a logística em 2024
4 tendências para a logística em 2024
Categorias
Newsletter

Cadastre o seu e-mail e receba as nossas novidades