FreteLogísticaTecnologiagateway logístico

 

Grandes e-commerces dependem muito de uma logística afiada e proativa para ter um bom desempenho. Nesse cenário, a tecnologia é uma ótima aliada: para organizar os diversos processos dessa cadeia de distribuição, existem ferramentas qualificadas como o gateway logístico, de frete e o TMS.

Assim, pode-se dizer, sem dúvidas, que os recursos tecnológicos são essenciais para assegurar o fluxo seguro de dados e otimização de procedimentos operacionais. Como resultado, a experiência de compra do cliente é aprimorada e a empresa passa a operar em um patamar superior, conquistando um diferencial competitivo.

Você sabe a diferença entre gateway logístico, de frete e o TMS? Entenda agora o funcionamento dessas ferramentas, seus benefícios e saiba escolher o melhor sistema para o seu negócio.

 

A diferença entre gateways logístico, de frete e o TMS

Gateway logístico

O gateway logístico é uma solução tecnológica bem abrangente e que otimiza toda a cadeia de distribuição de um e-commerce — e não apenas o transporte, como o de fretes. Dentre suas muitas funções, destacamos:

  • acompanhamento de carrinhos abandonados;
  • coordenação do fluxo de dados;
  • atualização de informações;
  • gestão de prazos, preços e do desempenho das transportadoras.

Assim, o intuito do gateway logístico é oferecer um recurso mais completo para a gestão de uma loja virtual. Suas principais vantagens são:

1. Promove a redução de custos logísticos

Gargalos, erros e processos repetitivos e ineficientes são comuns em logística, uma vez que ela é composta de uma cadeia complexa de operações. A implementação de softwares como o gateway logístico ajuda a aperfeiçoar procedimentos, eliminar desperdícios e falhas, agilizar operações e potencializar o uso dos recursos e, consequentemente, reduzir custos.

2. Favorece o controle

Todo o objetivo de uma ferramenta como essa é integrar os processos da loja e gerenciar o movimento de informações, atualizando automaticamente tudo que mudar. Assim, o gestor só precisa abastecer dados em um só lugar e monitorar todas as operações por lá, ganhando mais tempo e tendo um poder maior para tomar decisões.

 

Gateway de fretes

Muitas pessoas costumam confundir o gateway de fretes com o logístico. Na verdade, eles possuem particularidades distintas e este recurso, como o nome indica, é usado para gerenciar o transporte e a cotação de fretes. Basicamente, o software funciona da seguinte forma:

  • no site da loja, o cliente escolhe seus produtos e vai para o checkout;
  • nessa página, insere seu CEP para saber o valor do frete;
  • o gateway consulta as informações cadastradas no e-commerce e apresenta as alternativas, preços e prazos disponíveis para o cliente;
  • o consumidor pode escolher, então, a oferta que mais atende às suas necessidades e expectativas.

Um gateway de fretes beneficia uma loja virtual ao calcular fretes e prazos precisamente e facilitar o monitoramento da performance da carteira de transportadoras. Além disso, ele:

1. Possibilita a criação de campanhas de frete mais eficientes

Como você tem um conhecimento mais preciso do perfil de serviço de frete escolhido por seu público-alvo, é possível elaborar campanhas que funcionam e definir políticas e descontos, ao mesmo tempo atraentes para o consumidor e vantajosas para a loja. Além disso, com base nos relatórios gerados pelo sistema, será possível descobrir se você está perdendo vendas por causa do frete.

2. Facilita a gestão das tabelas de frete

Trabalhar com a implementação e atualização das tabelas de frete é uma tarefa complexa, uma vez que a quantidade de dados diferentes sobre preços, praças e prazos é enorme. Com o software, a administração dessas informações é feita automaticamente e o gestor tem uma preocupação a menos.

 

TMS: Transportation Management System

O TMS (Transportation Management System) é um sistema para o gerenciamento de transporte, por isso, cuida diretamente da integração das operações de distribuição. Seu diferencial é acompanhar uma carga desde sua expedição até sua entrega, pois ele possui funcionalidades como:

  • cálculo do frete;
  • gestão dos despachos;
  • rastreamento de entregas;
  • conferência e emissão de faturas;
  • reembolso e monitoramento de envios pelos Correios.

Como todo o processo (desde a emissão a chegada ao cliente) é monitorado pelo sistema, o controle da operação é máximo com o TMS. Ademais, a ferramenta apresenta outros benefícios como:

1. Agiliza o fluxo dos despachos

O TMS possui um módulo que permite a integração da loja com transportadoras e os Correios. Isso otimiza a emissão de documentos, etiquetas e demais etapas que fazem parte da expedição, contribuindo para reduzir o tempo de entrega.

2. Colabora para a gestão de risco e controle de rotas

O TMS também conta com funções que emitem alertas sobre rotas perigosas e situações de risco. Assaltos, acidentes e outros problemas são frequentes em estradas e os danos para o consumidor e para a loja podem ser grandes. Com esses alertas, o gestor é avisado imediatamente de ocorrências e pode tomar decisões mais rápidas.

 

Entenda qual o melhor software para o seu negócio

Ao passo que o TMS tem o intuito de suprir as necessidades do backoffice de um negócio, os gateways logísticos e de fretes operam com informações provenientes do front-end da operação.

Além disso, a forma como os sistemas são alimentados é divergente: a inserção de dados sobre fretes no TMS é realizada pelos próprios funcionários da empresa. Em contrapartida, um gateway logístico e de fretes carrega informações vindas de profissionais especializados em tabelas de frete.

Essa diferença na forma de nutrição do sistema pode causar desencontro de informações, o que atrapalha o governo de fretes do negócio de acordo com suas políticas e estratégias.

Sendo assim, como cada ferramenta oferece seus benefícios, pode-se dizer que são soluções basicamente complementares. Em um cenário ideal, um e-commerce que se preocupa com a qualidade e quer se destacar no mercado deveria considerar adotar, ao mesmo tempo, um sistema de gateway e um TMS para ter um controle absoluto e alinhamento dos processos, bem como mais precisão sobre os preços e prazos de frete.

O gateway logístico, de frete e o TMS são ferramentas inovadoras que fazem toda a diferença no sucesso da gestão de um e-commerce. Uma integração desses recursos pode ser uma excelente manobra para evitar erros, retrabalhos e potencializar um negócio, permitindo a maximização de resultados e das vendas.

Agora que você já entendeu melhor o gateway logístico, de frete e o TMS, continue conosco e conheça as 7 Ferramentas indispensáveis para a operação de qualquer e-commerce!